CONSTRUINDO HÁBITOS

Mudar hábitos é sem dúvida nenhuma um processo difícil e desafiador, principalmente porque passamos uma vida inteira criando e moldando padrões que na maioria das vezes prejudicam o nosso desempenho pessoal e profissional.

O desafio é como podemos construir novos e bons hábitos e qual o tempo será necessário?

Criar um hábito implica em fazer com que nosso corpo ou nosso ritmo de vida se adapte a novas rotinas que antes eram desconhecidas. Portanto, os dois fatores determinantes para criar um hábito são:

  • PERSISTÊNCIA
  • CONSTÂNCIA.

Você já parou para se perguntar quantas ações já praticou hoje no “piloto automático”?

Isso acontece porque, para poupar energia e esforço, nosso cérebro usa o conhecimento já adquirido para transformar nossas decisões repetidas em hábitos. Quando percebemos, depois de um tempo, não decidimos mais. Estamos simplesmente executando as ações previamente definidas. 

Pesquisas apontam que os hábitos são responsáveis por aproximadamente 40% das nossas atitudes diárias. Então, podemos supor que se você não cria bons hábitos durante a vida, acaba perdendo quase metade de cada dia para a improdutividade ou deixando de lado aquilo que é realmente importante. 

Entender a relevância de criar bons hábitos é fácil, mas colocar tudo em prática é um grande desafio para a maioria das pessoas. 

Na década de 1950, o médico Maxwell Maltz, renomado cirurgião plástico e especialista em amputações, percebeu um padrão de comportamento muito comum em seus pacientes, entendeu que os pacientes levavam 21 dias para se acostumar com as reconstruções faciais e com as amputações.

Antes deste período, os pacientes amputados se comportavam como se ainda tivessem o membro. Após o período de 21 dias, eles mudavam o comportamento e aceitavam a nova condição.

Estudos feitos pela University College London, atestam que a eficácia da Teoria dos 21 dias está justamente na criação de um prazo. Ter um prazo devidamente estipulado contribui positivamente para a saúde mental de quem deseja mudar algum hábito.

Mais tarde, estudos posteriores realizados pela University College London descobriram que, em média, na verdade são necessários 66 dias para incorporar um novo comportamento em nossa rotina transformando num hábito.

Criar um hábito requer a prática rotineira, constante e frequente para fazer com que o hábito seja automático e para que precisemos de menos esforço para realizá-lo.

O tempo de prática vai variar de acordo com que queremos adquirir, se é algo próximo a nossa realidade acaba sendo mais simples; se é algo totalmente novo da nossa rotina habitual, pode exigir mais tempo e prática. Quando conseguimos que o comportamento seja incorporado se transformando num hábito, então é mais fácil executar se tornando natural.

Para te ajudar nesse processo da construção de hábitos, algumas dicas fazem toda a diferença:

  • FAÇA UMA AUTOANÁLISE

Identificar os componentes dos seus loops (deixa, rotina e recompensa) é essencial para conseguir mudar ou criar bons hábitos. Exemplificando, vamos supor que você tenha o hábito de interromper o trabalho para olhar o whatsapp, e percebe que isso já faz parte da sua rotina. Agora pergunte-se: qual é a deixa para que isso aconteça? O que te impulsiona? É o tédio? A necessidade de se comunicar? Ou apenas a vontade de fazer uma pausa entre uma tarefa e outra? E qual é a recompensa? Atualizar as conversas? Se distrair por alguns momentos? Identificando seus padrões de comportamento fica mais fácil evitar gatilhos que sejam prejudiciais e moldar a criação de bons hábitos por meio de recompensas que sejam valorizadas por você.

  • TENHA OBJETIVOS E METAS

Ter objetivos e metas é ter um plano de ação. Para formar bons hábitos é preciso disciplina e determinação, são aqueles pequenos passos dados com constância na direção certa, um dia após o outro. Por exemplo, é impossível correr uma maratona no seu primeiro dia de treino. O correto é você começar a correr alguns minutos, e na medida que for ficando fácil, aumentar o tempo ao longo do treino. Se você tentar correr tudo de uma vez só, é bem possível que não consiga e se frustre. Comece com simplicidade! Selecione bons hábitos que sejam mais fáceis de serem implantados no início. Gradativamente, você pode aumentar a dificuldade e alcançar objetivos maiores.

  • BUSQUE REFERÊNCIAS

Uma ótima maneira de adquirir e manter bons hábitos é ter pessoas para se inspirar. Podem ser mentores ou profissionais que você admira, em relação a hábitos específicos. Se a pessoa que você admira é alguém próximo, pergunte sobre os seus hábitos. Isso não quer dizer que você vai precisar fazer exatamente igual, mas pode te apontar um caminho.

  •  MANTENHA A CONSTÂNCIA

Tenha muita atenção aos números, a quantidade de vezes seguidas que você realizou uma atividade. Vamos supor que você quer começar a ler durante 30 minutos por dia. Verificar no seu plano de ação e ver que já conseguiu realizar essa tarefa por 10 dias seguidos já é uma recompensa. E mais: se no 11° dia a desmotivação e aquela preguiça bater, muito provavelmente você vai se lembrar de que não quer perder a constância.

  •  FOQUE NO LONGO PRAZO

Um dos principais desafios para criar novos hábitos é que os resultados não aparecem imediatamente. É característico do ser humano ficar desmotivado quando você não vê resultados. Ninguém consegue aquele abdômen sarado na primeira semana de academia. Tenha em mente que grandes evoluções precisam de tempo. Para manter a determinação, uma ótima ideia é dividir o caminho em etapas, comemorando a conquista de cada uma pequena vitória. 

Não é tarefa fácil, mas é possível e muito gratificante. Aliás, muito mais que isso, desenvolver bons hábitos é a garantia de ter os melhores resultados. Criar um hábito requer disciplina, persistência e constância, se realmente quisermos e tivermos paixão pelo que desejamos alcançar, tudo se torna parte do propósito.

Agora é com você! Vá em frente e comece hoje mesmo a criar seus novos hábitos! E não se esqueça que quanto mais cedo você começar, mais cedo alcançará seus objetivos.

1 comentário em “CONSTRUINDO HÁBITOS”

Deixe uma resposta para bijqnjhgdl Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *