ENTENDA O PODER DO HÁBITO

Ao longo da nossa vida, construímos hábitos no dia a dia. Coisas rotineiras como escovar os dentes, tomar banho, são hábitos construídos que passam despercebidos e feitos de forma automática. Mas, você já parou para pensar por que nós temos hábitos, e como são construídos? 

Você sabia que cerca de 90% da nossa rotina é composta por hábitos! Tomar banho, escovar os dentes, andar de bicicleta, dirigir, são exemplos de ações que aprendemos de forma repetitiva e depois fazemos de forma automática. A mente aprende por repetição, cada vez que você faz algo novo, o cérebro gasta uma energia extra para realizá-lo. Com o objetivo de poupar essa energia, a mente automatiza as ações rotineiras criando o hábito.

Tem um livro que vale muito a leitura que explica como funciona a mudança de hábitos. O livro, através de embasamento científico, apresenta como funciona o cérebro humano e como ele está suscetível a qualquer coisa. E mostra que os Hábitos não aparecem de um dia para o outro, mas sim como resultado de rotinas enraizadas na nossa vida. O nome do livro é: O Poder do Hábito – Por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios?, escrito por Charles Duhigg, repórter investigativo do New York Times.

Pesquisadores do MIT – Massachusetts Institute of Technology, fizeram importantes descobertas sobre os hábitos. Elas foram apresentadas por Charles Duhigg neste best-seller “O Poder do Hábito”. O autor, por mais de duas décadas pesquisou e procurou entender como os hábitos funcionam e como eles moldam cada aspecto da nossa vida, seja pessoal ou profissional, determinando sucesso ou fracasso e o mais importante: mostrar como os hábitos podem ser transformados. Para o autor, os hábitos surgem porque o cérebro está o tempo todo procurando maneiras de poupar esforço, seria impossível adquirir hábitos novos todos os dias, e por isso, uma vez aprendidos, eles jamais desaparecem de fato. 

Um hábito é uma escolha que em algum momento tomamos deliberadamente, e depois paramos de pensar a respeito, porém continuamos fazendo, às vezes todo dia. Li o livro duas vezes e gostei demais do conteúdo, gostei tanto que quero compartilhar, acredito que ter conhecimento sobre o assunto é o primeiro passo para propomos mudanças e evoluirmos. 

A primeira parte do livro mostra o comportamento dos indivíduos, com base em experimentos científicos e estudos de casos, para entender o que é o hábito e como ele funciona. O autor define uma teoria como Loop do Hábito:

Deixa + Rotina + Recompensa. 

Segundo o autor, tudo começa com a DEIXA, que é o estímulo que faz o cérebro entrar em piloto automático, e indica o hábito que deve sempre ser usado. O que leva a ROTINA, que é a forma como executamos a Deixa, de forma física, mental ou emocional. Tudo isso em busca da RECOMPENSA, que ajuda o cérebro a saber se vale a pena ou não guardar esse loop para o futuro.

Mudar um hábito também exige treinar sua força de vontade, que é a coisa mais importante para o sucesso do indivíduo. Lembrando que o cérebro é um músculo que como qualquer outro músculo do nosso corpo precisa ser treinado para desenvolver. 

Quando um atleta precisa aumentar a força do braço, o que ele precisa fazer? Treinar os músculos dos seus braços certo! Só que para ter resultado, esse atleta tem que treinar diariamente. A consequência dessa constância é que esse treino se torna um processo habitual da sua rotina, mas para isso é preciso muita determinação e autoconhecimento. 

A mesma coisa acontece com o cérebro para formar ou modificar um hábito, exige determinação, autoconhecimento e constância.  É preciso criar uma rotina, que é o hábito em si e identificar qual recompensa seu cérebro procura. Por exemplo, esse atleta que precisa praticar exercícios deve estabelecer uma Deixa, que funciona como um gatilho, como colocar a roupa adequada para praticar o treino. O que acontece em seguida é que o cérebro fica ansioso pelo senso de realização. 

Além disso, O Poder do Hábito ensina que a mudança vem através de diversos fatores, como também a fé. E na maior parte dos casos, mudar um hábito e ter fé só surge com uma rotina alternativa e também a ajuda de um grupo. Por isso é tão importante escolher as companhias, costumo sempre dizer que o empreendedor deve escolher bem a mesa que vai sentar. Porque pessoas com o mesmo desejo que você é um excelente apoio e influência. 

A segunda parte do livro mostra os hábitos de organizações bem-sucedidas. Um exemplo de sucesso é a Starbucks, que promove a transformação dos seus colaboradores através de programas de treinamentos, que é um programa educacional, responsável por acompanhar os funcionários desde o primeiro dia. Inclusive, a empresa investiu milhões de dólares desenvolvendo programas para treinar a autodisciplina dos seus funcionários. Os executivos escreveram livros didáticos que serviram como guias para transformar a força de vontade num hábito para a vida dos trabalhadores. Esses programas são, em boa parte, o motivo pelo qual a Starbucks se tornou uma potência. 

Por outro lado, o livro relata também um exemplo de uma organização que se recusou a mudar, mantendo comportamentos ruins e prejudiciais ao negócio. O resultado foi a perda de credibilidade no mercado.

Já a terceira parte do livro mostra os hábitos das sociedades, usando exemplos reais de como os hábitos do dia a dia interferem no nosso comportamento na sociedade. 

Para exemplificar como hábitos são poderosos em sociedade, o livro apresenta a história de Rosa Parks, a mulher negra que é símbolo da luta contra a segregação racial nos Estados Unidos. Com o simples gesto de se recusar a ceder seu lugar no ônibus culminou em uma onda de protestos e boicotes, até chegar na Lei dos Direitos Civis no país. 

Foto: United Press Photo Code: 450 COPYRIGHT SCANPIX SWEDEN

Recordando, a história de Rosa Parks, o fato aconteceu em 1955 no Alabama, Estados Unidos, quando a costureira de 42 anos saiu do trabalho e se sentou dentro de um ônibus, no primeiro lugar reservado para pessoas “de cor”. Depois de três paradas para pegar passageiros, o ônibus lotou e lei estadual da época determinava que, nesses casos, os negros tinham que se levantar para dar lugar aos “brancos”, foi aí que Rosa Parks se a recusou a levantar e por isso foi presa. 

Em resposta, os negros da cidade passaram a boicotar os ônibus, passando a andar a pé o que fez com que o transporte público da cidade entrasse me colapso. E um pastor até então desconhecido começou a ganhar destaque. Seu nome era Martin Luther King. Ele havia acabado de chegar à região e liderou as manifestações de repúdio à prisão de Rosa. Essa história, é um grande exemplo de que o poder dos hábitos sociais tem para causar mudanças no mundo.

Para concluir, o autor pontua que não existe uma forma única para mudar hábitos. Isso porque as pessoas são diferentes e mudar os padrões em nossas vidas diferem de uma pessoa para outra.

O que o livro proporciona é um modelo para entender como os hábitos funcionam e como podem ser modificados. A mudança pode não ser rápida e nem sempre é fácil, mas com tempo e esforço, qualquer hábito pode ser remodelado. O autor apresenta um argumento animador: “a chave para se exercitar regularmente, perder peso, educar bem os filhos, se tornar uma pessoa mais produtiva, criar empresas revolucionárias e ter sucesso é entender como os hábitos funcionam”. E finaliza, que transformar hábitos pode gerar bilhões e significar a diferença entre fracasso e sucesso, vida e morte.

É como eu disse no começo desse artigo, vale muito a pena ler esse livro!

Agora eu quero chamar a sua atenção para um fato determinante para que você consiga implementar mudanças extraordinárias em sua vida, construindo bons hábitos. 

Estou falando da força de vontade, que, agora pode estar escondida, tímida e perdida, mas que está esperando apenas uma bela e grande oportunidade para ser despertada dentro de você. 

Por isso, é fundamental que, a todo momento, você pense em seu objetivo e visualize os ganhos que vai obter ao final desse processo de construir bons hábitos, pois é isso que vai alimentar constantemente a sua força de vontade, para dar continuidade e implementar, de maneira definitiva, as mudanças necessárias para a seu próprio desenvolvimento.

E antes de finalizar quero te propor um desafio! Escreva aqui nos comentários 3 hábitos que você gostaria de construir importantes para a sua vida profissional. 

1 comentário em “ENTENDA O PODER DO HÁBITO”

  1. Pingback: CONSTRUINDO HÁBITOS – Portal Lu Machado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *